Bandeira trans
Bandeira trans (Foto: Reprodução)

Uma travesti foi abandonada em um canavial às margens da rodovia PR-180, no município de Moreira Sales, no Paraná,  por dois rapazes com quem havia marcado um programa na madrugada desta segunda-feira (27).

A vítima, que é natural de Maringá contou que foi dopada e estuprada pelos homens que se passaram por clientes, e estavam em um Renault na cor branca. Ao entrar no carro, foi oferecido bebida, que ela acredita conter algum tipo de droga, já que afirma ter perdido a consciência.

Em seguida, a travesti manteve relações sexuais com os criminosos, mas logo começou a ser violentada deixando marcas dos traumas por todo o seu corpo. As agressões foram tão intensas que a fizeram desmaiar. As informações são do Goio News.


LEIA MAIS:

Bolsonaro se pronuncia sobre declarações homofóbicas em entrevista ao Jornal Nacional

Após descoberta de passado como ator pornô, professor italiano passa lua de mel no Brasil

Foi então que eles a abandonaram no canavial que fica próximo a uma usina de açúcar da região. Ao recobrar a consciência, a travesti conseguiu sair da rodovia e pedir ajuda em uma igreja da Assembléia de Deus presente no local onde foi socorrida e levada para um Pronto Atendimento no qual recebeu os cuidados necessários.

A Polícia Militar foi acionada e registrou um Boletim de Ocorrência (B.O.) orientando a vítima, que contou já ter visto os dois indivíduos que a agrediram na cidade de Maringá e disse acreditar que o veículo que eles estavam era produto de roubo.