Confeiteiro se recusou a fazer bolo de casamento gay
Confeiteiro se recusou a fazer bolo de casamento gay (Foto: New York Times)

Após enfrentar e ganhar uma ação judicial por se recusar a fazer um bolo de casamento para um casal gay, o confeiteiro Jack Phillips, desta vez, entrou com um processo contra o estado do Colorado por violar seus direitos à liberdade de expressão e religião.

O novo caso envolve a advogada Autumn Scardina que encomendou em junho de 2017, uma torta para celebrar seu sétimo aniversário de transição de gênero, que não surpreendente teve o seu pedido negado pelo boleiro.

LEIA MAIS:


Johnny Hooker critica cancelamento de show na Parada de Teresina: “Não foi decisão minha”

Pabllo Vittar lança clipe de “Problema é Seu”; 1º single do novo álbum

Scardina apresentou uma queixa à Comissão de Direitos Civis do Colorado, após Phillips negar a encomenda alegando questões religiosas. As autoridades concluíram que há evidência para apoiar a denúncia de discriminação, mas exortou os envolvidos a chegar a uma solução amigável. Phillips recorreu à justiça e em sua ação afirma que o estado não respeitou a sua crença.

O proprietário do Masterpiece Cakeshop ficou conhecido em junho quando a Suprema Corte que decidiu por 7 a 2, que a Comissão de Direitos Civis do Colorado mostrou uma hostilidade antirreligiosa contra Phillips, violando assim seus direitos constitucionais.

DEIXE UMA RESPOSTA