Johnny Hooker
Johnny Hooker (Foto: Divulgação)

Desde que afirmar que “Jesus é travesti” em discurso realizado em protesto ao veto a peça o Evangelho Segundo Jesus: Rainha do Céu, protagonizada pela atriz travesti Renata que interpreta uma versão de cristo como pessoa trans, no Festival de Inverno de Guaranhuns, no último dia 28, o cantor Johnny Hooker entrou no centro de uma polêmica que lhe resultou em uma queixa-crime e agora também é vítima de uma fake news que dá conta dele ter sofrido um acidente e estaria à beira da morte, como castigo por ter proferido uma blasfêmia durante um show no mesmo evento em Pernambuco.

Um vídeo publicado no YouTube diz mostrar o resgate do Hooker, e já contabiliza mais de 400 mil visualizações. A informação entretanto é falsa, confirmada pela assessoria do artista, que completou 31 anos, na segunda-feira (06).

LEIA MAIS:


Com shows de RuPaul, rede de hotéis LGBT lança 1º cruzeiro gay pelo Mediterrâneo

Zoológico de Amsterdã oferece passeio sobre a “História da homossexualidade” no reino animal

“E eu estou aqui hoje pra dizer pra vocês que Jesus é travesti, sim, Jesus é transexual, sim, Jesus é bicha, sim, p*! Pode vaiar a vontade. Enfia a vaia no c*”, exclamou o cantor durante a apresentação.

As imagens que estão sendo atribuídas a Johnny na verdade são de uma pessoa sendo retirada do carro por socorristas na cidade de Lebon Régis, em Santa Catarina, em 2013.

Confira o texto falso compartilhado:

“O cantor, que chama Jesus de “bicha” e “travesti” em seus shows, estaria partindo dessa para outra. Segundo informações, Ele teria sofrido um acidente de carro na tarde desta sexta-feira e estaria internado em estado gravíssimo. As informações foram divulgadas nas redes do próprio cantor, mas, obviamente, por outra pessoa.

Polêmica: Na noite do dia 28 de julho, no Festival de Inverno de Garanhuns, em Pernambuco, o cantor Johnny Hoocker durante seu show afirmou que “Jesus é transexual sim, Jesus é bicha sim, porra!”, além de ter puxado o coro “ih, ih, ih, Jesus é travesti“.

Um homem, que se apresentou como assessor do cantor Johnny Hoocker, contou sobre o acidente de carro e pediu orações.

Vale lembrar, que o cantor já insultou a Jesus Cristo, Evangélicos e cristãos em outros shows, que até, um advogado exige a sua prisão.”