No início deste mês, o escritório do Google em São Paulo recebeu cerca de 100 mulheres travestis e transexuais para um workshop de capacitação profissional, como parte do projeto Womenwill, iniciativa da própria empresa que visa planejar e aprimorar o desenvolvimento de mulheres, a fim de diminuir a desigualdade de gênero no mercado de trabalho.

O curso acontece mensalmente e tem como meta ajudar essas mulheres a conseguir entrar no mercado de trabalho mais preparada psicologicamente e em termos de qualidades profissionais.

Leia mais:


Reality show no YouTube dará cirurgia de redesignação sexual para trans

Cidade no México aprova sexo em lugares públicos

“A gente espera que elas saiam daqui mais conscientes do seu valor e que entendam que elas podem ocupar o espaço que quiserem no mercado de trabalho”, disse Maria Helena Marinho, responsável pelo programa.

No total, as participantes receberam 16 horas de treinamento, sendo que 12 delas foram exclusivas para tratar de questões psicológicas e emocionais e quatro para o aprendizado de ferramentas digitais.