Garotas de programa
Garotas de programa (Foto: Reprodução/Internet)

Uma travesti de 23 anos de São José do Rio Preto (SP), no Parque Industrial, alegou ter sido agredida e roubada durante um programa com um homem que está foragido. As informações são do G1.

De acordo com o relato feito no Boletim de Ocorrência (B.O.), o suspeito havia combinado um encontro com a vítima, porém, como o rapaz estava visivelmente drogado, desistiu da sair com ele, que com a recusa ficou completamente alterado e a agrediu com socos e chutes.

LEIA MAIS:


46% dos gays alegaram sofrer alguma forma violência dos companheiros, revela pesquisa

Carol Duarte dá fora em seguidor que pediu volta de visual “menininha”

Durante a agressão, a travesti caiu no chão, mas mesmo assim o acusado não parou de bater nela, chegando a inclusive pisar em seu pescoço. Ao final da sessão de espancamento, ele fugiu levando a sua bolsa com os documentos e o celular. O caso está sendo investigado pela 2º Distrito Policial de Rio Preto para investigação.

DEIXE UMA RESPOSTA