Super Drags
Super Drags (Foto: Reprodução)

A série “Super Drags”, primeira animação nacional de conteúdo adulto da Netflix, ainda nem foi lançada, prevista para novembro, mas já está em meio a uma polêmica desde que a Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP) emitiu uma nota oficial pedindo o cancelamento da produção sob o argumento alertar “para os riscos de se utilizar uma linguagem iminentemente infantil para discutir tópicos próprios do mundo adulto.”

O desenho animado conta a trama de três jovens amigos Patrick, Donny e Ramon, funcionários de uma loja de departamento durante o dia, mas a noite se transformam em super drag queens batizadas respectivamente de Lemon Chiffon, Safira Cian e Scarlet Carmesim.

Juntas elas tem a missão de tornar o mundo mais colorido. Já na primeira prévia divulgada é possível conferir que a atração contará com muito humor e até tiradas de duplo sentido com conotação sexual.


LEIA MAIS: Homem é preso por se travestir de dona de casa para transar com héteros

O comunicado emitido pela entidade médica ressalta que “respeita a diversidade e defende a liberdade de expressão e artística no País, no entanto, alerta para os riscos de se utilizar uma linguagem iminentemente infantil para discutir tópicos próprios do mundo adulto, o que exige maior capacidade cognitiva e de elaboração por parte dos espectadores.

A SBP lembra que a derrubada da obrigatoriedade da Classificação Indicativa tornam crianças e adolescentes em “risco de exposição indevida desse segmento, por meio de programas, como esse desenho animado, a imagens e conteúdos com menções diretas e/ou indiretas a situações de sexo, de violência, de emprego de linguagem imprópria ou de uso de drogas”, argumentou.

Vários estudos internacionais importantes comprovam os efeitos nocivos, entre crianças e adolescentes, desse tipo de exposição. Ressalte-se o período de extrema vulnerabilidade pela qual passam esses segmentos, com impacto em processos de formação física, mental e emocional.”, completou.

LEIA MAIS: Gramado (RS) sedia 1ª Copa de Futsal LGBTI em agosto

Procurada pelo G1, a Netflix informou que “oferece uma grande variedade de conteúdos para todos os gostos e preferências”, ressaltando que Super Drags é dedicado ao público adulto e não estará disponível no catálogo infantil da plataforma.

“A seção dedicada às crianças combinada com o recurso de controlar o acesso aos nossos títulos faz com que pais confiem em nosso serviço como um espaço seguro e apropriado para os seus filhos. As crianças podem acessar apenas o nosso catálogo infantil e colocamos o controle nas mãos dos pais sobre quando e a que tipo de conteúdo seus filhos podem assistir”, ressaltou.

Vale lembrar que a televisão já recebeu muitas animações de sucesso destinadas ao público adulto, como “Os Simpsons”, “Futurama” e “South Park”. Das 22 animações originais disponíveis no catálogo da Netflix, apenas duas são de classificação livre, uma para maiores de 18 anos e as demais alternam a faixa etária entre 12, 14 e 16 anos.

Assista o trailer de “Super Drags”:

 

DEIXE UMA RESPOSTA