Pabllo Vittar no clipe Então Vai
Pabllo Vittar no clipe Então Vai [Foto: Reprodução/Instagram]

Mesmo com todo o sucesso que vive atualmente, a drag queen Pabllo Vittar contou em entrevista aos youtubers do canal Diva Depressão, nos bastidores do Festival Meca que ainda sofre muito preconceito por ser LGBT, e o pior ela afirma que a discriminação aumentou em relação a época em que era uma pessoa anônima.

“Eu sofro preconceitos diariamente por ser quem eu sou, cantar o que eu canto, colocar a cara a tapa e levantar as bandeiras que eu acredito serem necessárias. Mas isso me dá mais força ainda de resistir e continuar”, disse ela.

LEIA MAIS:


Novo clipe de Jojo Todynho, Arrasou Viado, recebe críticas:”Tentativa de usar a comunidade LGBT”

Aretuza Lovi lança o seu primeiro álbum; Ouça “Mercadinho”

Apesar disso, Pabllo acredita que o seu trabalho como o de outras drags que estão em ascensão ajudam a tornar o país ainda mais tolerante. “Eu acho incrível porque fico imaginando as crianças assistindo a gente, acompanhando nosso trabalho. Elas são o futuro. Vão crescer com uma mentalidade mais aberta, respeitando as outras pessoas. Isso que estamos plantando agora, que vire uma árvore enorme e caia vários frutos de amor e respeito”, contou.

DEIXE UMA RESPOSTA