Jojo Todynho no clipe de
Jojo Todynho no clipe de "Arrasou Viado" (Foto: Reprodução)

Após toda a repercussão do clipe “Me Solta”, de Nego do Borel por trazer elementos da comunidade LGBT, considerados esterótipos, e um beijo gay entre o cantor e um modelo, outra produção também está no centro das críticas dos ativistas, trata-se do vídeo de “Arrasou Viado”, da Jojo Todynho, lançado nesta quinta-feira (12) e traz a participação de muitos membros da comunidade.

No registro, a cantora utiliza um maiô com as cores da diversidade, além de trazer mensagens de inclusão, como: “queremos passar com nosso amor”, e a presença de David BrazilRita Cadillac e Thammy Miranda e as performers Dimmy Kier (Dicésar) e Salete Campari.

LEIA MAIS:


Deborah Secco lamenta não dar “uns pegas” em Giovanna Antonelli em vídeo nos bastidores de novela

Jovem posta foto sorrindo com rosto ensaguentado após ataque homofóbico e manda recado para agressor

Os versos da música, que tem co-autoria de Anitta, juntamente com a temática está sofrendo com as críticas nas redes sociais, que a acusam de querer lucrar às custas da causa LGBT. “já não bastava nego do borel com me solta, hoje me aparece jojo toddynho com arrasou viado. a moda agora é os cantores lançarem músicas sobre a comidade lgbt para se escorarem no público lgbt e ganhar views”, opinou uma internauta.

“‘Arrasou Viado’ é mais uma tentativa de usar a comunidade LGBT+ e conseguir o Pink Money. Vale lembrar que a Jojo há uns dias atrás chamou um rapaz homossexual de ‘baitola’ no instagram. Chega de oportunismo hétero em cima das gay, já deu”, criticou outro.

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA