O norte-americano Jackson Sugrue, acusado de agredir brasileiro
O norte-americano Jackson Sugrue, acusado de agredir brasileiro

O norte-americano Jackson Sugrue, de 19 anos, foi preso em Boston, nos Estados Unidos, acusado por cometer crime de ódio contra Otoni Eliseu, brasileiro de 50 anos, que alega ter sido atacado com insultos homofóbicos, além de ser agredido fisicamente.

De acordo com a vítima, ela estava desempregada e morando nos fundos da igreja batista da Filadélfia, em Framingham, Massachusetts, junto com o suspeito, que sem motivo aparente se tornou violento. “Ele me atacou por trás, dizendo ‘você é gay, você gosta de mim?”, lembrou ele.

LEIA MAIS:


Escola britânica causa polêmica ao propor “parada” para celebrar mês do Orgulho LGBT

Ator de La Casa de Papel malha nu em post nas redes sociais

Eliseu ainda relatou que foi espancado com um extintor de incêndio. Após as agressões, o homem foi trancado no banheiro, onde passou quatro dias sem ter o que comer e beber. Somente no último dia, a vítima conseguiu fugir e chamar a polícia.

Ele foi encontrado pelos agentes inconsciente e com vários hematomas por todo o corpo. “Jesus estava me ajudando, graças a Deus estou vivo”, ressaltou o brasileiro. Ele foi levado para o hospital para tratamento. Sugrue foi preso no mesmo dia, sob acusação de crime de ódio.