Peça O Evangelho Segundo Jesus, Rainha do Céu
Peça O Evangelho Segundo Jesus, Rainha do Céu (Foto: Reprodução/Facebook)

A Justiça de Pernambuco ordenou na terça-feira (24) que a peça “O Evangelho Segundo Jesus: Rainha do Céu” volte a ser incluída na programação oficial do Festival de Inverno de Guaranhuns (FIG), após sofrer censura do Governo do estado ao ceder à pressão da igreja Católica, e do prefeito de Recife Izaías Régis (PTB) que ameaçou não ceder espaço para a realização do evento.

A encenação se envolveu no centro de uma polêmica e vem sofrendo boicote em várias cidades pela qual passou e chegou a ter sessões canceladas em várias cidades. O despacho assinado pelo desembargador Silvio Neves Baptista Filho pede que a sentença seja cumprida imediatamente e caso contrário será aplicada uma multa no valor de R$ 50 mil por dia.

Ainda na decisão, Filho também exige que o governo arque com as verbas para a segurança para  a equipe da montagem e o seu público, além de determinar que “o município de Garanhuns se abstenha de embaraçar o cumprimento da decisão”.


LEIA MAIS:

Escola censura apresentação de aluno gay como drag queen por ser “inapropriada”

Pabllo Vittar dá joelhada no rosto durante ensaio e adia gravações de clipe

O parecer favorável faz parte do acolhimento ao pedido do promotor do Ministério Público de Pernambuco Domingos Sávio, considerando o princípio da liberdade de expressão previsto no artigo 5º, incisos 4 e 9, da Constituição Federal. A Secretaria de Cultura disse ao G1 que não recebeu nenhuma notificação oficial, mas só vai se pronunciar quando for avisada formalmente.

Apesar do veto, a montagem “O Evangelho Segundo Jesus: Rainha do Céu” será apresentada em um novo espaço, a partir da iniciativa de artistas, produtores e ativistas locais. Em menos de 48 horas todos os ingressos foram vendidos.

DEIXE UMA RESPOSTA