LGBTfobia
LGBTfobia (Foto: Reprodução)

Um jovem gay italiano, de 19 anos, identificado apenas como Alberto, foi espancado por motivação homofóbica em uma rua movimentada de Turim, no sábado (21). De acordo com o jornal La República, as pessoas ao redor assistiram a toda a violência e continuaram a beber e outros riam como se nada estivesse acontecendo.

A vítima caminhava com uma amiga pelo local do ocorrido, quando foi surpreendida por um rapaz que disse que ele “se exibia como um viado”. Alberto questionou se teria algum problema e ouviu como resposta: “Mesmo se você for gay, você ainda é um homem e eu posso bater em você até a morte.”

LEIA MAIS:


Justiça condena boate a indenizar trans proibida de usar banheiro feminino

Foto de Marielle Franco em exposição é vandalizada: “Lésbica foi mau exemplo”

Mesmo após o insulto, o adolescente disse ter apenas sorrido e seguido andando, mas logo sentiu um soco na nuca. Com a porrada, acabou caindo no chão e o agressor continuou batendo nele, que afirma não se lembrar muito do ocorrido. Ele recorda de ouvir a amiga que estava junto com ele, chorando desesperada e as pessoas ao redor continuaram a beber e rir da situação.

Apenas dois homens se compadeceram em ajudar Alberto e o levaram para o hospital, onde foi constatada a quebra do pé direito e também a clávicula. Por causa das fraturas, o jovem terá que cancelar as suas férias no Hemisfério Norte, que iria passar junto com os seus amigos.