A cantora Daniela Mercury no FIG (Foto: Felipe Souto/FundarPE/ Divulgação)

A cantora Daniela Mercury aproveitou a sua apresentação no Festival de Inverno de Guaranhuns, em Pernambuco, na madrugada do sábado (21), para mostrar repúdio pela censura que a peça “O Evangelho Segundo Jesus: Rainha do Céu”, protagonizada pela atriz trans Renata Carvalho, sofreu dentro do mesmo evento.

“Já que estamos falando de amor, me choca profundamente que os políticos desse país censurem uma peça de teatro. É de uma petulância absurda. A arte não tem dogma, a arte é crítica social, a arte é reflexão sobre nós. Ela é essencialmente livre, singular. (…) A arte é para incomodar, é pra fazer pensar, é pra refletir, arte é pra libertar cabeça de merda”, disparou a artista no show que teve a presença do ator Armando Babaioff enrolado em uma bandeira símbolo da comunidade LGBT.

Com fotos suas junto a esposa Malu Verçosa passando no telão, a baiana continuou o seu discurso afirmando que a censura por meio de convicções religiosas é um absurdo que fere a constituição brasileira. “A nossa Constituição não é a Bíblia. Eu sou de família católica e respeito profundamente, mas nossa Constituição permite lidar com símbolos religiosos e falar sobre eles”, disse.


LEIA MAIS:

Angela Ro Ro revela que quase perdeu o olho após sofrer homofobia: “Fui espancada cinco vezes”

Diretor é demitido da Disney após tweets antigos sugerindo pedofilia virem à tona

Daniela contou ainda que esteve com Renata que ficou abalada com a opressão que o espetáculo vive. “Como é que alguém tem a capacidade de oprimir uma travesti que há tantos anos sofre violência nesse país? Isso é desumanidade, maldade, ruindade. Eu não aceito ninguém maltratando ninguém. Ela é Jesus Cristo, sim. Jesus Cristo, eu estou aqui eu sou gay, eu sou lésbica e daí?”, completou para o delírio do público.

Após a censura sofrida pelo Governo do Estado no Festival, a montagem “O Evangelho Segundo Jesus: Rainha do Céu” será apresentada em um novo espaço, a partir da iniciativa de artistas, produtores e ativistas locais. Em menos de 48 horas todos os ingressos foram vendidos.

5 COMENTÁRIOS

  1. AINDA BEM QUE ISSO ACONTECE EXATAMENTE QUANDO JAIR BOLSONARO SE DECLARA CANDIDATO À PRESIDENTE DO BRASIL, OPINANDO E DESEJANDO TER UMA MULHER COMO VICE NA CHAPA ELEITORAL, QUE DEVERÁ SER A VENCEDORA EM OUTUBRO PRÓXIMO. ENTENDEMOS QUE TODAS AS SIMILARES DESSA CANTORA, QUE NÃO SÃO SÃO MULHERES, E QUE SE MANIFESTAM CONTRA O CANDIDATO BOLSONARO, SERÃO DESMASCARADAS E CONSCIENTIZADAS DO MAL QUE ESSA TAL DE DANIELA ESTÁ CAUSANDO AO PAÍS.

  2. As religiões têm filosofia e dogmas, que devem ser respeitados. Absurdo é apossar-se de valores garantidos constitucionalmente para faze proselitismo em favor de posições pessoais ou de grupos. Por muito Menos, os radicais islâmicos tocaram fogo no mundo. Sexualidade é assunto de cada um; eu nada tenho a ver com orientações sexuais das pessoas,mas,ninguém pode patrulhar minha religião . Menos…

  3. Atacar a pessoa de Jesus Cristo, o doador da vida, mostra que esta cantora usa o palco de maneira desrespeitosa com a qual não tem familiaridade e nem conhecimento, devemos ter muito cuidado com as atitudes e palavras, passamos de simples mortais e a reverência e respeito ao nome de Jesus é o mínimo que o ser humano deveria ter, muito infeliz a atitude desta cantora e que as pessoas de um modo geral não imitem sua atitude, quanto a mim, acredito que o nome de Jesus Cristo deve ser usado sempre de maneira respeitosa e reverente, se não acho melhor ficar calado.

DEIXE UMA RESPOSTA