A cantora Demi Lovato
A cantora Demi Lovato (Foto: Divulgação)

Se recuperando de uma overdose, a cantora Demi Lovato, segue internada em um Hospital de Los Angeles e seu estado ainda inspira cuidados.

De acordo com informações adquiridas pelo TMZ nesta segunda-feira (30), ela apresenta febre alta, enjoo, entre outras complicações e por isso ainda não há previsão para que tenha alta, já que a expectativa dos médicos é uma recuperação completa para que seja liberada.

A publicação ainda conta que a artista esteve entre a vida e a morte, a partir de informações cedidas por uma fonte. “Ela poderia ter morrido”, disse o contato especialista em primeiros socorros.


Segundo uma fonte próxima à Demi, o caso de overdose foi grave. A cantora estava inconsciente em sua cama quando o serviço de emergência chegou ao local.

LEIA MAIS:

Bruna Linzmeyer revela que perdeu trabalhos por ser lésbica e declara: “Teria me assumido antes”

Documentário sobre Marielle Franco pode ser exibido na televisão

Durante a ligação de amigos da cantora para o serviço de emergência, foi pedido para que as sirenes da ambulância fossem desligadas. Demi acordou horas depois de dar entrada no hospital. A estrela teria rejeitado ajuda de sua equipe, que sugeriu internação em clínica de reabilitação antes de sofrer a overdose.

Demi Lovato foi internada na última terça-feira (24) com quadro de overdose, causada por uma substância ainda não revelada. Uma fonte ligada a polícia, contou que a artista foi encontrada inconsciente em sua casa localizada em Hollywood e tratada com Narcan, medicamento utilizado para o combate de overdose de drogas.

 

DEIXE UMA RESPOSTA