A cantora Angela Ro Ro no Conversa com Bial
A cantora Angela Ro Ro no Conversa com Bial (Foto: Reprodução/TV Globo)

A cantora Angela Ro Ro revelou em entrevista ao programa Conversa com Bial, nesta sexta-feira (20), que já sofreu vários episódios de violência homofóbica por ser lésbica, que chegou ao ponto de perder a visão de um dos olhos.

“Fui espancada cinco vezes por homofobia”, contou para o espanto do auditório. “Tá vendo, existe, olha, um susto na plateia. Sim, eu sou gay!“, confidenciou ela que também comentou sobre problemas com álcool e brincou que hoje continua compulsiva apenas por música e mulheres.

LEIA MAIS:


Justiça condena empresa de ônibus a indenizar jovem por insultos homofóbicos

Cher lembra primeiro contato com gays em sua vida: “Não sabia o que eram”

A artista revelou ainda que os autores pelas agressões foram agentes responsáveis pela segurança pública. “Era a nossa própria segurança pública do Rio de Janeiro, que fez os cinco espancamentos”, confessou. “Quatro militares desde a Ditadura e um pela [polícia] civil, depois da Ditadura”, lembrou afirmando que não pretende processar os autores dos espancamentos, mesmo sabendo quem são os responsáveis.

Angela passou por algumas intervenções cirúrgicas para não perder o olho. “Fiz algumas operações, mas consegui preservar o olhinho, ficou um pouquinho menor, mas não faz mal. Tenho fotos para provar que já tive os olhos mais lindos do mundo”, disse.