O youtuber de ASMR Pietro
O youtuber de ASMR Pietro (Foto: Reprodução/YouTube)

Famoso por seus videos de ASMR – que mostram técnicas de relaxamento, de apoio para pessoas que sofrem de ansiedade – o pequeno Pietro publicou um vídeo em desabafo aos ataques homofóbicos que tem sofrido por causa do seu jeito, que por muitos é considerado “feminino” demais.

De forma madura, o jovem rebateu as críticas sobre a sua sexualidade, que por causa da sua pouca idade ainda não começou a manifestá-la. “Se Deus quiser que eu seja o que vocês tanto fala, eu vou ser. Ele sabe do meu futuro”, disse visivelmente emocionado.

LEIA MAIS:


Leonora Áquila anuncia pré-candidatura como deputada estadual pelo PHS

Diretora de adoção na França afirma que casais gays devem adotar apenas “crianças com problemas”

“Eu ainda não tenho idade o suficiente para definir o que eu sou!”, declarou Pietro. Internautas lançaram uma campanha nas redes sociais para ajudá-lo. Muitos criticaram o fato dele sofrer tanto preconceito mesmo tendo tão pouca idade.

“Não acredito que uma criança teve que fazer um vídeo desabafando falando sobre a homofobia e comentários maldosos que vem sofrendo no Youtube. Isso prova por a+b que o ser humano é cruel e não se importa se é criança ou adulto, ele tem que ser preconceituoso e nojento”, criticou uma seguidora no Instagram.