A travesti India assassinada a tiros em Salvador
A travesti India assassinada a tiros em Salvador (Foto: Reprodução/Facebook)

A travesti Índia foi assassinada com tiros na cabeça e um disparo no ombro esquerdo na rua Climério Montanha, em Salvador, por volta das 4h30 da madrugada, da segunda-feira, 25. O corpo dela foi encontrado por moradores no bairro de Brotas, pela manhã. A motivação para o crime ainda é desconhecida. Pertences da vítima foram levados pelos autores do homicídio.

“Por ser homossexual, ele estava vulnerável. A gente não sabe o que aconteceu. Sabemos que ele não tinha envolvimento com drogas, não tinha inimigos”, afirmou um familiar da vítima em entrevista ao jornal A Tarde.

LEIA MAIS:


Casal gay de cisnes é capturado de lago poluído na Áustria

Mostra exibe documentários sobre transexualidade em São Paulo

Índia era garota de programa e fazia ponto em uma rua de um famoso bairro da capital baiana, como contou um amigo próximo da mulher trans. “A gente dava conselhos, mas ele não ouvia. Dizia que, se precisasse de qualquer coisa, a gente ajudava”, relatou o homem que não quis se identificar.

O homem ainda lembrou que viu a vítima pela última vez na noite do domingo (24), quando ela foi visitar outro amigo. Até esta terça (26), a Polícia Civil ainda não tinha indicativo de autoria e motivação para o crime e nem levantado suspeitos. O caso é investigado pela 1ª Delegacia de Homicídios (DH-Atlântico), do DHPP.