O lorde Ivar Mountbatten e o companheiro Joey Coyle
O lorde Ivar Mountbatten e o companheiro Joey Coyle (Foto: Reproduução/Instagram)

Semanas após o casamento entre o príncipe Harry e Meghan Markle ter ganhado os holofotes, o anúncio de outra cerimônia de união civil chama a atenção do mundo. Desta vez entre um casal gay com um membro da família real britânica. Trata-se do primo da rainha Elizabeth II e sobrinho-neto de Earl Mountbatten da Birmânia, o lorde Ivar Mountbatten,que se assumiu gay em 2016, vai se juntar com James Coyle, seu parceiro de longa data.

O matrimônio acontecerá em uma capela particular em Devon, e contará com os parentes da realeza, amigos próximos dos noivos, incluindo as três filhas de Mountbatten, frutos do seu casamento anterior, Ella, Alix e Luli.

LEIA MAIS:


Thammy Miranda conta que nunca transou com ex Rafael Vanucci

Polícia prende militantes que tentaram impedir Parada LGBT na Ucrânia

Em entrevista ao MailOnline, Ivar assegurou que não sofreu nenhum tipo de preconceito oriundo da sua família, assim como os demais conhecidos do seu ciclo social. “Todos os meus bons amigos aceitaram James”, garantiu. “Eu basicamente disse a todos: ‘Eu encontrei alguém – é um cara’. Eles apenas começaram a rir”, revelou.

O primo de Elizabeth ainda disse que a ideia do casamento foi dele. “Eu realmente queria fazer isso por James. Ele não foi casado. Para mim, o que é interessante é que não preciso me casar porque estive lá, fiz isso e tive meus maravilhosos filhos; mas estou fazendo porque acho importante para ele”, contou.