Casamento entre pessoas do mesmo sexo
Casamento entre pessoas do mesmo sexo (Foto: Reprodução/Pixabay)

O presidente da Filipinas Rodrigo Duterte considerou o casamento homoafetivo é uma “ideia revolucionária” demais. Através de um porta-voz, o chefe de estado afirmou em entrevista coletiva em Manila, nesta quinta-feira (21), que o país não está preparado para este tipo de debate.

“Há um momento adequado para alguns assuntos. Acredito que a Corte Suprema e o país ainda não estão prontos para o casamento entre pessoas do mesmo sexo”, declarou Harry Roque, em nome do governante.

A convocação da imprensa foi referente à primeira audiência pública que aconteceu esta semana na Corte Suprema para escutar os argumentos de diversos grupos LGBTs a favor da união entre pessoas do mesmo sexo.


LEIA MAIS:

Bruna Linzmeyer e namorada Priscila Visman são flagradas em clima de romance no Rio

Pabllo Vittar e Ludmilla curtem show de Beyoncé e Jay-Z em Amsterdã

Não é a primeira vez que Dueterte se posiciona contra o casamento LGBT. Em março de 2017, ele já havia se mostrado contra a medida, e afirmou que a lei reconhece apenas homens e mulheres como cônjuges. Entretanto, o chefe de estado voltou atrás e mostrou apoio ao casamento entre pessoas do mesmo sexo, meses depois.

Na ocasião, Rodrigo disse estar “totalmente de acordo”, e lembrando que chegou a defender aproposta em sua campanha eleitoral em 2016. “Houve um tempo em que disse que era contra, houve um momento em que disse que era a favor. Isto é fluido.”