A drag queen Pabllo Vittar
A drag queen Pabllo Vittar na coletiva de imprensa do Milkshake Festival (Foto: Reprodução/Facebook)

Desde que a drag queen Pabllo Vittar desembarcou em Los Angeles, Estados Unidos, para gravar o seu novo álbum, os seus fãs passaram a torcer ainda mais para que um encontro entre a brasileira e a artista performática mais famosa do mundo RuPaul, que aconteceria durante uma das edições do reality show RuPaul’s Drag Race.

A informação que chegou a ser ventilada no início do ano ainda não foi confirmada pela cantora, mas em recente entrevista à revista Meca, ela admitiu ser fã da atração. “Eu sou apaixonada! Todas as drags ali me representam de alguma forma. Além do que rola dentro do reality, vemos mais exemplos de superação a cada programa”, afirmou a performer.

LEIA MAIS:


EUA registram aumento de LGBTs armados como forma de defesa

Daniela Mercury defende criminalização da homofobia: “Não está clara na lei brasileira”

Ainda no bate-papo, a cantora falou sobre o cenário da chamada drag music, em constante ascensão no Brasil e no mundo que estão todas no mesmo patamar. “As drags daqui estão no mesmo patamar das gringas em tudo. Make, estilo, performance… A única diferença é que, aqui, nós estamos invadindo a cena mainstream, TV, rádio etc, com muito mais força”, avaliou.

Pabllo também disse que a sua imagem pública é como se fosse um estado de espírito do seu verdadeiro eu, quando montada. “A Pabllo Vittar, para mim, é um alter ego, um superescudo e a persona que me dá liberdade artística sempre. O processo de me montar me traz esse poder e me deixa mais forte”, declarou. 

DEIXE UMA RESPOSTA