Pabllo Vittar no clipe Então Vai
Pabllo Vittar [Foto: Reprodução/Instagram]

A drag queen Pabllo Vittar se uniu à lista dos artistas convidados pela Billboard para escrever cartas de amor dedicadas à comunidade arco-íris, para celebrar o mês do Orgulho LGBT, e teve o seu texto publicado pela revista nesta terça-feira (26).

A cantora lembrou que o Brasil é o país que mais mata LGBTs no mundo, além de falar sobre a importância da arte em sua vida e sobre o apoio que recebeu da sua família quando decidiu sair do armário. “Toda minha vida soube que era gay, tive o amor da minha mãe e minhas irmãs para lutar pelos meus sonhos”, contou.

LEIA MAIS:


Terry Crews testemunha contra produtor em caso de assédio

David Brazil comenta vídeo que beija cantor Xanndy: “Ele tava mamadão”

“A arte foi um caminho que encontrei para me expressar e através dela tive a oportunidade de fazer turnês, programas de TV e colaborar com outros artistas que admiro. Espero que de alguma maneira eu também inspire outras pessoas a serem elas mesmas, independente do medo e de todas as coisas ruins que nos rodeiam. Não é fácil, mas juntos nossas vozes soam mais alto enquanto mais barulho fizermos, mais difícil será para ignorarem nosso pedido de igualdade”, continuou.

Pabllo ainda completou: “Seja gay, lésbica, trans, drag queen, não-binário, esse é o nosso mês para refletirmos e nos amarmos como nunca, nossa luta é em nome do amor. Amo vocês!”

DEIXE UMA RESPOSTA