Deputado Federal José Otávio Germano
Deputado Federal José Otávio Germano (Foto: Reprodução/Facebook)

O deputado federal José Otávio Germano (PP-RS) envolveu-se em um verdadeiro escândalo na última sexta-feira (22), quando duas transexuais foram até a sua casa, no condomínio onde mora em Porto Alegre, para lhe comprar uma dívida, que supostamente tinha contraído com elas.

De acordo com a GaúchaZH, uma brigada da Polícia Militar foi chamada por moradores para controlar a confusão. Três policiais, então, orientaram as moças a aguardar a chegada de uma pessoa que lhe pagariam o valor reclamado.

Entretanto, após duas horas de espera um soldado da PM voltou do apartamento do parlamentar com R$ 2.500 em notas de 100 e 50 reais. As mulheres trans concordaram em ir embora com o valor, mas com a promessa de que voltariam para pegar o restante do dinheiro.


Uma delas exibiu mensagens que trocou com Germano em um aplicativo, na qual ele pedia para que subisse até o seu imóvel. Então ela viu no convite a oportunidade de cobrar o valor que o politico lhe devia e chamou uma amiga para reivindicar a dívida.

LEIA MAIS:

Dan Reynolds, do Imagine Dragons, lança música para documentário LGBT

St. Vincent canta em meio a uma orgia gay no clipe de Fast Slow Disco; assista

O agentes que mediaram a negociação, serão investigados em uma sindicância aberta pelo 11° Batalhão da Polícia Militar para investigar o motivo pelo qual tomaram a frente do caso. Já o deputado disse em comunicado publicado em suas redes sociais que foi vítima de extorsão.

“Vivemos um momento de pré-julgamentos definitivos, nas mídias e nas redes sociais, especialmente, em episódios que envolvam agentes políticos”, escreveu ele que finalizou pedindo desculpas para família e amigos pelo constrangimento causado por causa do episódio, e afirmou que tudo fez parte da ação da “baixa política”.

DEIXE UMA RESPOSTA