Cantora Francinne como madrinha do time de vôlei LGBT
Cantora Francinne como madrinha do time de vôlei LGBT "Angels Volley Brazil" (Foto: Divulgação)

A cantora Francinne foi coroada nesta quinta-feira (28), dia internacional do Orgulho LGBT, a musa do ‘Angels Volley Brazil’, time de vôlei brasileiro LGBTQ, que existe desde 2008. A coroação aconteceu, na quadra da equipe, em São Paulo, com a presença dos jogadores, Willy Montmann, o capitão, e Sérgio Ricardo Rosa.

“Fiquei muito surpresa e feliz com o convite, principalmente por ser numa data tão importante de uma causa que sempre apoiei. A realidade é que o Brasil é o país que mais mata LGBT. A cada 19 horas morre uma pessoa, e isso é um absurdo! Peço a todos mais amor e respeito”, diz a artista gaúcha que recentemente se apresentou na 22ª edição da Parada do Orgulho LGBT de São Paulo.

LEIA MAIS:


Anitta e Gloria Groove relançam Show das Poderosas em ação do Orgulho LGBT

Sam Smith e Brandon Flynn terminam namoro, afirma tabloide

“É uma honra ter a Francinne como musa do Angels. Ela abraça a comunidade LGBTQ e acompanhamos o trabalho dela. É muito gratificante para a equipe coroá-la no dia do Orgulho, data mais importante para nós”, conta Willy Montmann. O time vai disputar, no início de agosto, a primeira Copa Angels Volley, em São Paulo.

A cantora Francinne lançou recentemente, o EP ‘La Rubia’ pela gravadora Universal Music, junto com o videoclipe da atual de trabalho, ‘Corpo Caliente’, que já passou de 600 mil visualizações no canal YouTube.

 

DEIXE UMA RESPOSTA