Sharlene Rosa e Paulinha Única na roda de conversa sobre LGBTs na terceira-idade
Sharlene Rosa e Paulinha Única na roda de conversa sobre LGBTs na terceira-idade (Foto: Divulgação)

A Secretaria Municipal de Assistência Social (SEMAS) de Mesquita promoveu nesta segunda-feira (18) uma roda de conversa LGBT direcionada exclusivamente às questões sobre “Como é ser LGBT e idoso”.

O bate-papo foi comandado pela coordenadora do Centro de Referência LGBT Baixada I, Sharlene Rosa, ao lado da coordenadora de Diversidade Sexual de Mesquita, Paulinha Única, ambas mulheres trans. O encontro aconteceu no auditório Zelito Viana, no térreo da Prefeitura Municipal de Mesquita.

O natural é que os seres humanos evelheçam e estamos lutando para que a expectativa de vida da população LGBT aumente cada vez mais. Só que isso levanta uma outra questão. Geralmente, são os filhos LGBTs que cuidam dos pais, porque muitos não têm filhos. E quando chegar o futuro, quem cuidará desses LGBTs?”, indagou Paulinha Única, durante a conversa.


LEIA MAIS:

Atriz revela que cena com personagem se assumindo lésbica em Jurassic World foi cortada

Aretuza Lovi divulga capa de novo álbum e anuncia pré-venda

Desde que assumiu na função em Mesquita, Paulinha organiza pelo menos uma roda de conversa mensal sobre algum tema ligado à diversidade sexual e de gênero. A intenção é atrair cada vez mais a sociedade civil para discutir políticas públicas que possam garantir o respeito e a dignidade ao público LGBT da cidade.

O que mais motiva a gente nessas rodas de conversa é justamente o diálogo. Percebemos o desejo de mudança das pessoas, a vontade de discutir políticas públicas e, principalmente, a empolgação em trocar experiências. É claro que não é fácil encontrar soluções para alguns problemas, mas ouvir a população e debater essas questões é o melhor caminho”, avalia Cristina Quaresma, secretaria de Assistência Social de Mesquita, que sempre participa das rodas de conversa LGBTs da cidade.

DEIXE UMA RESPOSTA