Agente penitenciário
Agente penitenciário (Foto: Reprodução)

Um agente penitenciário baleou uma travesti em Montes Claros, região norte de Minas Gerais, na madrugada desta sexta-feira (15). De acordo com o servidor público, o caso aconteceu enquanto seguia de motocicleta pela avenida Deputado Plínio Ribeiro, quando um grupo de travestis o abordou e tentou assaltá-lo. As informações são do G1.

De acordo com o homem, o disparo aconteceu quando uma delas tentou tomar a sua arma que utilizava na cintura para a sua defesa. Os dois entraram em luta corporal, e em meio a confusão acabou disparando o revólver e ferindo a travesti, que em sua versão contou que o agente atirou sem motivo aparente depois de realizar um programa com ele em um lugar afastado na rua.

O caso foi registrado em Boletim de Ocorrência na delegacia do bairro Monte Alegre, o funcionário do estado chegou a ser detido e contou em sua defesa que o tiro foi acidental. O corpo de bombeiros foi acionado para prestar socorro à vitima, levada ao hospital e liberada ainda na madrugada.


LEIA MAIS:

Ativista LGBT é detido após fazer protesto em praça na Rússia

Executivo da CrossFit é demitido após comentários homofóbicos em rede social

O Sindicato dos Agentes de Segurança Penitenciária no Norte de Minas informou em nota que o servidor tem boa conduta profissional e nunca se envolveu em condutas criminosas, além de acreditar na versão contada por ele, inclusive afirmando que ele está sendo alvo de calúnia diante das “declarações expostas no boletim de ocorrência”.

A Secretaria de Estado de Administração Prisional (Seap) afirmou que não vai comentar o caso, pelo agente não estar em horário de trabalho, no momento do ocorrido e que não vai divulgar nenhuma informação até que as investigações sejam concluídas pela Polícia Civil.