Bandeira trans
Bandeira trans (Foto: Reprodução)

Uma travesti identificada como Paulina foi morta a tiros no bairro de Jangurussu, em Fortaleza, no Ceará, na segunda-feira (30). De acordo com a Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), o crime teria acontecido por um homem conduzido em uma moto.

De acordo com a Polícia Civil, imagens do crime obtidas através de câmeras de segurança de estabelecimentos comerciais próximos ao local do assassinato, serão analisadas para ajudar a identificar os suspeitos.

LEIA MAIS:


Britânico é acusado de estuprar gays após oferecer chá às vítimas

Jovem gay é encontrado morto dentro de casa em Manaus

O homicídio aconteceu na avenida Jornalista Thomaz Coelho, também conhecida como Perimetral, o autor dos disparos fugiu depois dos disparos. Em nota, a assessoria de comunicação da Segurança Pública e Defesa Social informou que “Um inquérito policial foi instaurado e as diligências estão em andamento visando prender o autor do homicídio, bem como identificar a sua motivação.”

Este é pelo menos o sexto assassinato de transexuais e travestis somente este ano no Ceará. Sendo dois na capital e outros três em Maranguape, Pacajus e Barbalha. As informações são do jornal O Povo Online.

DEIXE UMA RESPOSTA