Samuel e Cido se beijam em O Outro lado do Paraíso
Samuel e Cido se beijam em O Outro lado do Paraíso (Foto: Reprodução/TV Globo)

O site norte-americano La Opnión, dedicado à comunidade espanhola fez uma matéria na qual comenta o crescimento de tramas homoafetivas na teledramaturgia brasileira. Destacando a mais recente cena de Cido e Samuel, personagens de Rafael Zulu e Eriberto Leão na novela O Outro Lado do Paraíso, que após muita expectativa deram o primeiro beijo gay na reta final do enredo.

A reportagem também destaca outros momentos representando a comunidade LGBT em outras novelas brasileiras, como Babilônia, de Gilberto Braga e Amor à Vida, que assim como “O Outro Lado do Paraíso”, também é de Walcyr Carrasco.

LEIA MAIS:


Participante do Power Couple causa revolta ao xingar motorista de “viado”

Após baixa de Pabllo Vittar, Globo procura substituta para banda do Amor e Sexo

Sobre a obra de Gilberto Braga, o texto lembrou a rejeição ao beijo protagonizado por Fernanda Montenegro e Nathalia Timberg na estreia da novela. “A novela paralisou todo o país alcançando uma grande audiência para a Rede Globo. Em sua última semana de transmissão, dois personagens do mesmo sexo se beijaram novamente e a controvérsia seguiu”, lembrou.

A matéria ainda questionou a opinião do público a respeito de tais cenas, as quais em sua maioria, os internautas aprovaram as sequências de beijo sendo à favor da troca de carícias entre pessoas do mesmo sexo na TV.

DEIXE UMA RESPOSTA