Protesto por direitos LGBT Rússia
Protesto por direitos LGBT Rússia (Foto: Reprodução/Pinterest)

A cidade de São Petersburgo, na Rússia, vai oferecer um lugar para a comunidade LGBT celebrar a diversidade sem sofrer represálias de um dos países mais conservadores do mundo em questões da diversidade, durante a Copa do Mundo. As informações são da Agência ANSA.

Intitulado “Pride House”, o local será aberto no dia 14 de junho, em uma estrutura temporária e deve ser desinstalado assim que acabar o mundial. A ação terá uma proposta parecida com a  das Olimpíadas de Inverno de Vancouver, em 2010, promovida pela Pride House International, porém não terá apoio “oficial”.

LEIA MAIS:


Prefeitura do Rio promove ação de conscientização no Dia de Combate à LGBTfobia

SP: Hornet promove Beijaço para celebrar o Dia Mundial do Combate à LGBTFobia

Apesar da lei que proíbe a propaganda gay no país, o membro da União de Futebol da Rússia, Aleksei Smertin, garante que os ativistas LGBT poderão hastear bandeiras e outros símbolos do movimento sem sofrer nenhuma punição. “Usar símbolos coloridos não será proibido. Obviamente vocês poderão vir aqui sem ser multados por expressar seus sentimentos”, assegurou.

DEIXE UMA RESPOSTA