Prisão feminina
Prisão feminina (Foto: Reprodução)

Um projeto de um presídio exclusivo para membros da comunidade LGBT começou a ser estudado pela Secretaria de Administração Penitenciária (Seap) do Rio de Janeiro.

A medida tem o propósito de garantir que LGBTs tenham mais segurança em prisões cariocas, já que muitos sofrem cotidianamente inúmeras formas de violência já que o sistema se mostra um ambiente machista e hostil para esta parcela da população.

LEIA MAIS:


Padaria de Curitiba lança sacos de pão com mensagens de combate à homofobia

Niall Horan compartilha pedido de desculpas fofo de casal gay no primeiro voo de filho

A proposta será debatida na Coordenação de Unidades Prisionais Femininas e Cidadania LGBT, criada nesta semana. Ao jornal Extra, Ana Crisitina Faulhaber, responsável pelo setor “Precisamos ouvir o que os presos acham da ideia. Não se cria qualquer política sem ir na população e ver qual é a necessidade dela. Precisamos estudar todos os dados e políticas possíveis”, disse.