bandeira lgbt
Bandeira LGBT (FOTO: Reprodução/Internet)

Representantes de 12 estados brasileiros assinaram nesta quarta-feira (16), o Pacto de Combate à LGBTfobia junto ao governo federal com o intuito de combater a violência contra membros da comunidade LGBT. As informações são da Rádioagência Nacional.

Só em 2017, o Disque 100 registrou mais de 3 mil denúncias sobre violações de direitos da população LGBT. Dentre todo o universo existente dentro da população da diversidade, os trans são os que mais sofrem discriminação, que além das mortes violentas, esta parcela sofre ao não ter os seus direitos respeitados.

LEIA MAIS:


Pabllo Vittar se irrita com tweet e demite responsável por cuidar de suas redes sociais

Australiano denuncia motorista do Uber por assédio: “Me senti violado”

Apesar do texto assinado ontem (16), a iniciativa acontece já há cinco anos, quando os movimentos LGBTs resolveram se unir e começaram a agir em esfera nacional. O Pacto tira esta articulação do papel, mas ainda faltam definir alguns pontos como o orçamento.

De acordo com o Grupo Gay da Bahia (GGB) cerca de 445 pessoas LGBTs foram mortas no ano passado, vítimas de crimes motivados por LGBTfobia. Este número representa que uma vítima morre a cada 19 horas.

 

DEIXE UMA RESPOSTA