Pabllo Vittar
Pabllo Vittar (Foto: Reprodução)

“Prazer, Pabllo Vittar” mal estreou, na semana passada, e já está no centro de uma polêmica. De acordo com a coluna de Léo Dias, do jornal O Dia, uma produtora está recrutando figurantes de luxo para participar do programa, porém o job está sendo comparado ao trabalho escravo.

A publicação afirma que apesar de selecionar as pessoas a atividade não é remunerada, ou seja, as pessoas não recebem nenhum pagamento. O horário de trabalho começaria das 15h às 20h, além disso os celulares de todos são confiscados.

LEIA MAIS:


Fernanda Gentil conta como filho mais velho reagiu a namoro com Priscila Montandon: “Sorriu”

Chef Franco Noriega posta foto nu na sacada do apartamento

Os figurantes ainda devem levar a sua própria roupa, que não deve apresentar a marca de maneira aparente para evitar ser feita propaganda gratuita durante a exibição da atração do Multishow.