A astronauta Sally Ride
A astronauta Sally Ride (Foto: Reprodução)

O Serviço Postal dos Estados Unidos anunciou que os novos selos em homenagem a astronauta Sally Ride, primeira mulher norte-americana – e lésbica – a seguir em viagem especial e orbitar o espaço sideral, começarão a ser comercializados nos Correios norte-americanos.

Além da imagem de Ride, estampada nos selos, os mesmos irão contar a história da astronauta e cientista e o seu legado: “A jornada de Sally Ride tornou mais fácil para jovens mulheres sonharem em ser astronautas, engenheiras, físicas ou matemáticas”, adisse Kristin Seaver, vice-presidente do Serviço Postal dos EUA (USPS).

LEIA MAIS:


PM que virou modelo após foto com Madonna fala sobre assédio: “Tanto de mulheres como de homens”

Programa Silvio Santos causa polêmica ao chamar Pabllo Vittar e outros famosos de “Bichas”

A viúva de Sally, Tam O’Shaughnessy, esteve presente na cerimônia que homenageou e lançou os novas figuras que estampam a imagem da sua esposa. “Sally ficaria profundamente honrada em ter seu retrato em um selo dos Estados Unidos”, acrescentando que a companheira tinha costume de colecionar selos.

Sally Ride morreu em 2012, aos 61 anos, vítima de complicações de um câncer no pâncreas. Enquanto astronauta, ele manteve a sua sexualidade em segredo por receio que na época a revelação pudesse atrapalhar a sua carreira. Dentre suas maiores proezas foi viajar na Challenger em junho de 1983. Antes, apenas realizada por homens.

DEIXE UMA RESPOSTA