Parada LGBT de Copacabana
Parada LGBT de Copacabana (Foto: Divulgação)

A Secretaria Municipal de Assistência Social (SEMAS) de Mesquita promove nesta quinta-feira, a partir das 10h, no Centro da cidade, uma ação de conscientização e combate à LGBTfobia. O evento, que será realizado na Praça Elizabeth Paixão, em frente à estação de trem Mesquita, na Baixada Fluminense, no Rio de Janeiro, e frisa a importância do 17 de maio, o Dia Internacional de Combate à LGBTfobia.

Organizada pela coordenadora de Diversidade Sexual de Mesquita, Paulinha Única, a ação contará com a participação da DJ Chacon e uma performance do artista Brenndon Eli Cardoso. Além disso, serão distribuídas mil cópias da carta aberta da Associação Brasileira de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis, Transexuais e Intersexos, a ABGLT, em favor da democracia e contra qualquer forma de opressão.

LEIA MAIS:


Malta é eleito o melhor lugar para viver como LGBT na Europa

SP: Hornet promove Beijaço para celebrar o Dia Mundial do Combate à LGBTFobia

Se ainda precisamos de um dia para tentar combater o preconceito à opção sexual ou identidade de gênero de alguém, é porque a intolerância ainda resiste e isso não é bom para ninguém. Qualquer forma de discriminação prejudica o principal artigo da Declaração Universal de Direitos Humanos, o primeiro deles, que diz que todos os seres humanos nascem livres e iguais em dignidade e direitos”, pontuou Cristina Quaresma, a secretária de Assistência Social de Mesquita.

Para Paulinha Única, coordenadora de Diversidade Sexual de Mesquita, os avanços nessa luta são muitos, mas ainda é preciso um grande esforço para promover o fim à LGBTfobia. “Só quem é gay, lésbica, bissexual e, principalmente, transgênero, como eu sou, sabe o que esse tipo de intolerância causa na gente. Não é só a violência, mas também a exclusão um grande problema. Perdi vários amigos e amigas que tiraram suas próprias vidas por não se sentirem respeitados. E com a vida, seja a nossa ou a dos outros, não podemos descuidar”, lamentou.

DEIXE UMA RESPOSTA