Michael Chanak precursor dos direitos LGBT na P&G
Michael Chanak precursor dos direitos LGBT na P&G (Foto: Reprodução)

Em comemoração aos 25 anos da inclusão dos LGBT na política da P&G, a empresa lançou um curta metragem em formato de documentário que retrata o esforço de Michael Chanak e outros funcionários para ter os direitos da comunidade a se tornar uma das primeiras campanhas da Fortune 500 a tomar uma posição em prol dos LGBTs.

The Words Matter: One Voice Can Make a Difference (As Palavras importam: Uma voz pode fazer a diferença) conta como na década de 1980 que defendiam os direitos dos funcionários LGBT e a P&G, que já protegia as pessoas de diferentes idades, gêneros, raças e religiões decidiu incorporar nas suas políticas o grupo arco-íris, através do colaborador Michael Chanak, iniciando uma corrida para mudar as políticas de proteção da empresa.

LEIA MAIS:


Canadá inclui terceiro gênero em Censos oficiais

Ativistas LGBT pressionam o governo para aprovação do casamento gay na Costa Rica

“Esse documentário reconhece e celebra as contribuições e esforços de colaboradores da companhia para mudar não só o ambiente de trabalho, mas também a cultura corporativa. Muitas companhias ao redor do mundo passaram por processos similares e esperamos que, ao contar nossa história, outras pessoas e empresas se sintam inspiradas para apoiar as causas em que acreditam e gerar um impacto positivo”, afirmou Fred Heimbeck, diretor de Pesquisa de Mercado e Sponsor de GABLE , pilar de afinidade LGBT da P&G.

O termo “orientação sexual” foi incluso pela primeira vez na cultura de inclusão da P&G em 1992 e se tornou responsável pela diversidade na companhia desde a forma a qual se opera até no desenvolvimento de talentos e comunicação da marca.

DEIXE UMA RESPOSTA