O ator Pedro Neschling
O ator Pedro Neschling (Foto: Divulgação)

Longe da televisão desde 2013, o ator Pedro Neschling agora se aventura no universo da literatura e está lançando o seu segundo livro “Supernormal” que conta sobre o relacionamento de um homem padrão cis e o seu ex-amigo de infância, que agora se identifica como uma mulher transgênero.

“O protagonista Beto é um cara branco, heterossexual, cis, o padrão do padrão. Quando ele descobre que o melhor amigo de infância hoje é uma mulher trans, Helena, a cabeça dele entra em colapso, a vida inteira, porque todos os preconceitos vêm à tona. E me interessou muito essa possibilidade de a gente discutir quebras de padrão na sociedade, do que é dito como correto, comum, normal. Beto começa a ver que essa normalidade que foi ensinada a ele na verdade é uma prisão”, afirmou ele em entrevista ao site Notícias da TV.

LEIA MAIS:


Ricky Martin revela que ficou excitada em cena de sexo de série

Casal gay é esfaqueado por andar de mãos dadas na rua:”Estávamos sendo quem somos”

Neschling entrevistou uma série de mulheres trans para não cometer os erros ao lidar com o assunto. “Eu me considero desconstruidão e cabeça aberta, mas a gente acaba esbarrando em uma série de clichês e lugares-comuns [sobre transexualidade]. Então esse processo de pesquisa foi muito engrandecedor, justamente pela generosidade das pessoas que conversaram comigo, com quem tive a oportunidade de conhecer uma realidade muito distante da minha. Cresci muito com isso”, contou.

Após o lançamento, o filho de Lucelia Santos que alçar voos maiores e pretende lançar a obra também no cinema. “Tô começando a trabalhar numa adaptação do Supernormal para o cinema, é um projeto autoral meu. O livro fala sobre o diferente, sobre estar aberto para novas realidades e o quanto isso é fundamental para a gente viver bem, para que o mundo seja melhor. Quanto mais a gente se fecha, mais o preconceito aflora e as coisas pioram. Espero que o livro sirva para as pessoas pensarem sobre isso”, confessou.

DEIXE UMA RESPOSTA