A pastora Alexya Salvador, o marido e os filhos
A pastora Alexya Salvador, o marido e os filhos (Foto: Arquivo Pessoal)

A pastora transgênero Alexya Salvador, de 36 anos, uma das fundadoras da Igreja Inclusiva da Comunidade Metropolitana, e o marido Roberto adotaram um menino portador de necessidades especiais e também uma garota trans. As informações são do jornalista Neto Lucon.

O primeiro filho, Gabriel, foi encontrado em um abrigo em Mariporã e por conta da sua condição, a escolha foi causa de estranhamento dos funcionários. “Nossa, tanta criança saudável, você vai escolher justo o que é doentinho? Vai escolher o doente?”, ouviu Alexya de uma das colaboradoras do orfanato.

LEIA MAIS:


Grécia aprova direito de casais homoafetivos de ter filhos de forma natural

Itália não reconhece casamento homoafetivo de nativo com brasileiro

Logo depois, o casal abraçou Ana Maria, menina trans. “Mainha, tenho uma coisa para te contar. Eu não sou um menino, eu sou uma menina. A senhora vai me amar mesmo assim?”, disse a menina à nova mãe, que passou ainda mais a ensinar a criança a se expressar da melhor forma sobre a sua identidade de gênero.

“Nasci para ser mãe. Além de ter nascido para ser filha, esposa, pastora, vou ser a primeira reverenda trans da América Latina, eu nasci para ser mãe. Quero encorajar todas as pessoas transgêneras que desejam ser pai ou mãe. É possível sim. A família transafetiva existe”, declarou Alexya.

DEIXE UMA RESPOSTA