País que mais mata trans no mundo, Brasil é também o que mais acessa pornôs do gênero, reforça pesquisa

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Uma pesquisa realizada pelo site de vídeos pornográficos RedTube confirmou aquela conta controversa que o Brasil, país campeão em mortes de pessoas transexuais, é também o que mais pesquisa por conteúdo erótico desta camada da população em sites adultos.

De acordo com o estudo, há uma probabilidade de 89% de pesquisas de vídeos oriundas do Brasil serem por filmes protagonizados por trans. A seção Shemale – termo utilizado por sites eróticos para descrever travestis é a quarta mais procurada no nosso país, considerando todos os países do mundo.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

LEIA MAIS:

Morre aos 66 anos, Cláudia Celeste, primeira travesti a participar de novelas

Grindr lança função de mensagens de áudio no aplicativo

As palavras “travesti” e “brazilian Shemale” figuram entre os 30 mais buscadas. Um vídeo com a tag travesti acumula cerca de 450 milhões de visualizações. Enquanto nos números de violência há pelo menos uma morte por dia desde 2008 de uma pessoa transgênero motivada por crime de ódio.

Gráfico acessos pornôs pessoas trans; Brasil lidera (Foto: Divulgação/RedTube)
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio