A drag queen Pabllo Vittar
A drag queen Pabllo Vittar na coletiva de imprensa do Milkshake Festival (Foto: Reprodução/Facebook)

A drag queen Pabllo Vittar utilizou o seu perfil no Instagram para dar uma bronca na equipe responsável por cuidar das suas redes sociais, nesta quinta-feira (17). Em uma live, a cantora se mostrou indignada com um post publicado no Twitter que gerou muitas criticas dos internautas.

A mensagem dizia o seguinte: “Hoje é Dia Internacional de Combate a LGBTfobia e quero convidar vocês a fazerem um exercício de empatia. Se você fosse a próxima vítima, qual seria o seu último pedido? (sic)”, e foi alvo de muitos protestos no microblog.

Diante da repercussão, a performer excluiu o tweet e reclamou no vídeo. Além de assegurar que o social media que escreveu o texto será demitido de sua equipe. “Não fui eu que tuitou aquilo. Tem pessoas que cuidam das minhas redes sociais, eu li o tweet e estou muito indignada.”


LEIA MAIS:

Ator pornô gay Rafael Alencar revela sexo com o pai e Patrick Swayze

Disney lança coleção arco-íris com renda revertida para ONG LGBT

“Queria descobrir quem foi que tuitou aquilo, aquela campanha nojenta falando aquele texto horroroso: ‘Se você fosse a última vítima…’, que porra é essa? E saiba que quem escreveu aquilo não vai trabalhar mais comigo. To ate me tremendo de raiva”, disse.

Tempos depois, Pabllo voltou ao Twitter e afirmou já ter localizado o responsável pelo texto e o mesmo foi afastado das suas funções. “Jamais escreveria uma coisa dessas”, declarou. “pode ter certeza que quem fez isso não trabalha mais comigo, eu mais que ninguém sei o quão pesado e isso! Me desculpem por terem lido isso”, completou.

DEIXE UMA RESPOSTA