Suco de repolho
Suco de repolho (Foto: Reprodução/Internet)

A Procuradoria Geral do Estado de Ohio investiga uma mulher que afirma que um suco fermentado feito de repolho é capaz de “curar” ou reverter a homossexualidade. A bebida é a mistura da combinação da folha verde com sal e água que é submetido a fermentação em temperatura ambiente por alguns dias.

Apesar de não ter formação médica, Jilian Epperly, de 44 anos, alega ainda que o “Jilly Juice” também é indicado para casos de envelhecimento, autismo e síndrome de Down. Além de observar que “o estilo de vida LGBT é uma possível mutação do sistema reprodutivo que envia sinais mistos ao cérebro”, disse.

LEIA MAIS:


Primo distante do HIV, HTLV-1 causa epidemia na Austrália

Garoto de programa em nova novela, Hugo Moura faz laboratório e revela que clientes homens são tabu

Ela acredita que o tratamento ideal seria ingerir um galão do suco por dia, que irá livrar o intestino de fungos, excretados na diarreia, o que chama de cachoeiras. O suco combate a raiz de toda doença que se inicia através de um parasita intestinal.

A eficácia do Jilly Juice, claro, está gerando muitas críticas e teorias para derrubá-la. O gabinete da Procuradoria Geral de Ohio iniciou processo contra o caso, após receber inúmeras reclamações de pessoas preocupadas do tratamento proposto por Epperly pode fazer mal para as pessoas.

As informações são do BuzzFeed.