O ministro Francês Mounir Mahjoubi
O ministro Francês Mounir Mahjoubi (Foto: Divulgação)

O ministro francês Mounir Mahjoubi saiu do armário na quinta-feira (17) como forma de protesto contra a discriminação tão sofrida por membros da comunidade LGBT justamente no Dia Internacional do Combate a Homofobia. O político contou que a revelação aconteceu para dar maior visibilidade a luta.

“A homofobia ainda nos segrega e atrasa como sociedade. Invade escolas, envenena famílias e nos faz perder amigos. Acredito que minha postura possa ajudar a muitos que ainda tem medo de serem quem são”, declarou em entrevista à rádio local Franceinfo.

LEIA MAIS:


Justiça determina ressarcimento a trans que teve cirurgia nos seios negada por plano de saúde

Roteirista afirma que personagem de Han Solo: Uma História Star Wars é pansexual

Responsável pelo Ministério Digital, Manjoubi afirmou que a situação da população LGBT tem que ser melhor analisada para não haver episódios de discriminação. “Temos que lembrar as consequências da homofobia na vida cotidiana, principalmente para os jovens. Também teve consequências para mim”, lembrou.