Carla Patricia Flores Pavon
Mulher trans assassinada no Texas, Carla Patricia Flores Pavon (Foto: Reprodução/Instagram)

Um jovem norte-americano, de 24 anos, foi preso acusado de matar Carla Patricia Flores-Pavon, uma mulher transgênero, em Dallas, no estado do Texas. De acordo com investigações, Jimmy Eugene Johnson III teria estrangulado a vítima, que foi encontrada ainda com vida e levada para um hospital, mas acabou não resistindo. As informações são do site Pink News.

O episódio aconteceu no dia 09 de maio, durante uma visita de Carla ao apartamento do suspeito. Os dois se conheceram em uma sala de bate-papo na internet. A polícia encontrou pertences da vítima no carro de Johnson.

LEIA MAIS:


Daniela Mercury e As Bahias e a Cozinha Mineira fecham line-up do Milkshake Festival

Idoso de 83 anos realiza sonho de estrelar filme pornô gay

Uma vigília em tributo a Carla foi realizada na última quarta-feira (16), na Catedral da Esperança de Dallas. Apesar de não ter sido confirmada pelas autoridades, acredita-se que a morte aconteceu por motivação transfóbica.

Se for atestado o crime por discriminação, esta será a nona morte de mulher transexual nos EUA por LGBTfobia só neste ano. A violência contra pessoas transgênero tem aumentado nos EUA nos últimos cinco anos.

DEIXE UMA RESPOSTA