Adiel Sousa de Oliveira, acusado de ameaçar atirar em travestis
Adiel Sousa de Oliveira, acusado de ameaçar atirar em travestis (Foto: Divulgação/Polícia Civil)

Acusado pela Polícia de Araguaína, no Tocantins, após denúncia por ameaças de atirar em
travestis que trabalhavam em um ponto de prostituição, Adiel Sousa de Oliveira, de 37 anos, foi preso em flagrante no sábado (20). A motivação, segundo a polícia teria sido a transfobia.

O homem teria ido com uma arma até o local conhecido como entroncamento e feito ameaças às mulheres que fazem ponto por lá. Uma das travestis conseguiu se afastar sem ser percebida e chamou a polícia.

LEIA MAIS:


Com protagonista lésbica, nova versão de Charmed ganha 1º trailer; assista

Ministro da França revela ser gay para lutar contra a homofobia

Porém, quando a viatura chegou, Oliveira já tinha ido embora. As vítimas deram características do carro do suspeito, localizado minutos depois com uma arma calibre 38 e cinco munições dentro do veículo. Adiel vai responder por porte ilegal de arma, por não conter a documentação necessária.

O suspeito prestou depoimento na central de flagrantes e foi levado para a Casa de Prisão Provisória de Araguaína. O homem ainda aguarda a audiência de custódia para
saber se poderá responder pelos crimes em liberdade.