O governador de Rondônia Daniel Pereira
O governador de Rondônia Daniel Pereira (Foto: Divulgação)

O governador de Rondônia Daniel Pereira (PSB) deve vetar o recém-aprovado Projeto de Lei 845/17, sobre a criação do Conselho Estadual de Políticas Públicas e Direitos Humanos para a população LGBT. De acordo com o site Rondônia Agora, o político anunciou ao presidente da Assembleia Legislativa Maurão de Carvalho (MDB) que não irá sancionar o texto.

O motivo para a decisão seria a pressão feita pela bancada evangélica e boa parte da comunidade cristã de Porto Velho, que fez Pereira ceder aos protestos. “Agora, cabe ao governador vetar (pondo fim ao projeto), ou sancionar (validando o projeto). Mas, o Daniel Pereira, entendendo a posição em contrário da comunidade cristã, me adiantou que irá vetá-lo”, declarou Maurão.

LEIA MAIS:


Ex-ginasta fingia dor para fugir de abusos de técnico da seleção

Movimento LGBT estuda enviar mandado de segurança contra reforma no Largo do Arouche

A publicação ainda informa que em reunião com o governador, a comissão de deputados evangélicos apresentou e propôs os seus objetivos para que o projeto não fosse aprovado. Ativistas LGBT criaram uma campanha para pedir apoio à comunidade.

Em um vídeo, o ex-BBB Mahmoud pediu ajuda dos seus seguidores. Nas imagens, o sexólogo fala sobre a importância de ter um órgão como este no estado, que segundo ele, é “o que mais mata travestis e transexuais no nosso país.”