LGBTfobia
LGBTfobia (Foto: Reprodução/Internet)

O Ministério dos Direitos Humanos divulgou os números de denúncias de violência registradas contra LGBTs por canais como o Disque 100. O levantamento mostrou que ligações sobre relatos homofóbicos e transfóbicos caíram 8,3% em 2017, em relação ao ano anterior. Com informações do Guia Gay São Paulo.

Em números reais, a quantidade de denúncias apresentou uma queda de 1.876 para 1.720, concentrados em sua maioria no Estado de São Paulo, com 260 depoimentos (15,12%, do total). Logo em seguida, aparece o Rio de Janeiro, com 181, Minas Gerais, 117, Ceará, 107, e Bahia, 72. No entanto, 384 reclamações (22,33%) não apresentam informações sobre o estado que foram originadas.

LEIA MAIS:


Assassinos de travesti em Campo Grande são condenados, juntos, a mais 26 anos de prisão

Ex-ginasta fingia dor para fugir de abusos de técnico da seleção

Os dados foram coletados através dos canais de Ouvidoria Nacional de Direitos Humanos, Ouvidoria Online, Clique 100, aplicativo Projeta Brasil e denúncias por canais presenciais chegando ao total de 142.665 registros.

 

Confira a relação completa de denúncias contra membros da comunidade LGBT:

1º São Paulo – 260 (15,12%)
2º Rio de Janeiro – 181 (10,52%)
3º Minas Gerais – 117 (6,8%)
4º Ceará – 107 (6,22%)
5º Bahia – 72 (4,19%)
6º Pernambuco – 62 (3,6%)
7º Paraná – 58 (3,37%)
8º Distrito Federal – 52 (3,02%)
9º Paraíba – 46 (2,67%)
Rio Grande do Sul – 46 (2,67%)
11º Goiás – 45 (2,62%)
12º Pará – 34 (1,98%)
13º Espírito Santo – 31 (1,8%)
14º Alagoas – 30 (1,74%)
Maranhão – 30 (1,74%)
16º Santa Catarina – 24 (1,4%)
17º Rio Grande do Norte – 23 (1,34%)
18º Amazonas – 22 (1,28%)
19º Piauí – 21 (1,22%)
20º Mato Grosso – 20 (1,16%)
Mato Grosso do Sul – 20 (1,16%)
22º Sergipe – 12 (0,7%)
Tocantins – 12 (0,7%)
24º Rondônia – 7 (0,41%)
25º Roraima – 2 (0,12%)
26º Acre – 1 (0,06%)
Amapá – 1 (0,06%)

DEIXE UMA RESPOSTA