Casal gay é esfaqueado por andar de mãos dadas na rua:
Casal esfaqueado em Denver no Colorado (Foto: Reprodução/Instagram)

Um casal gay de Denver, no Colorado, foi esfaqueado, como resultado de um ataque homofóbico  ao andar de mãos dadas por uma das ruas da cidade, após sair de uma casa noturna. Um homem avistou os dois e começou a insultá-los, com xingamentos como “Bichas de merda”, partindo para cima deles em seguida.

Chris Huizar, de 19 anos, foi ferido em uma das mãos ao tentar defender o companheiro que recebeu um golpe no pescoço. Ao tentar fugir, Huizar foi atingido nas costas. “Nós estávamos apenas andando e eu acho que ele não gostou quando nos viu de mãos dadas”, disse Huizar ao portal 9News.com.

“Lembro dele me puxando de repente e de ser então esfaqueado nas costas”, relatou Gabriel. A Fox31 informou que o casal foi atacado a dois quarteirões de casa. Ambos foram hospitalizados e não correm risco de morte.


LEIA MAIS:

Cantora Francinne se apresenta na Parada do Orgulho LGBT de São Paulo

Havaí se torna o 12º estado dos EUA a proibir cura gay em menores

O Departamento de Polícia de Denver investiga o caso. Um suspeito, que não teve a identidade revelada, foi detido. Em seu perfil no Instagram, Huizar desabafou sobre o ocorrido. “Não é porque nós escolhemos viver nosso estilo de vida da maneira que fazemos que uma pessoa pode vir e nos esfaquear (eu fui esfaqueado no meu pescoço, Gabriel foi esfaqueado em sua mão e nas costas). Amor é amor. Eu quase perdi meu marido ontem à noite”, escreveu.

“Enquanto eu o segurava em meus braços, ele quase sangrou até a morte. Por quê? Porque nós estávamos sendo quem somos! Porque nós estávamos de mãos dadas em público! É 2018 e todos estão sendo gays hoje em dia. Eu eu sou grato que isso tenha acontecido comigo em vez de outra pessoa, e eu sou grato que Deus está do nosso lado e nos manteve aqui na terra. Isso só vai nos tornar mais fortes! Eu estou aqui e eu sou gay”, completou.