Candidata ao Miss Bumbum deixa concurso em protesto contra concorrentes trans

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Responsável por alçar muitas subcelebridades à fama, a edição 2018 do Concurso Miss Bumbum está no centro de uma polêmica entre as 27 candidatas divulgadas, na qual duas delas são transgêneros, o que causou revolta de uma de suas colegas a ponto de desistir da competição antes mesmo do seu início.

Uma modelo que preferiu não se identificar, e estava inscrita na competição de beleza contou ao portal IG que pediu a sua saída após a divulgação das concorrentes Paula Oliveira e Giovanna Spinella, ambas transgêneros. “Muita gente me mandou mensagem perguntando se eu também sou trans, não me senti confortável”, disse.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

LEIA MAIS:

Pabllo Vittar revela usar aplicativos de encontros:”Sou eu mesma”

Fernanda Gentil conta como filho mais velho reagiu a namoro com Priscila Montandon: “Sorriu”

Paula Oliveira, defensora do estado Amazonas, passou pela transição de gênero com direito a realização cirurgia de redesignação pelo Sistema Único de Saúde (Sus) e teve o total apoio do seu pai e família. “Fiz a cirurgia pelo SUS (Sistema Único de Saúde). Foi um processo demorado, mas o resultado me deixou muito feliz”,

Já Gabriela Spinella, representante do estado do Rio Grande do Norte, diz “que se sentiu honrada em poder participar.” A final do concurso acontece a partir do dia 06 de agosto quando haverá o início das votações.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio