O canal TyC Sports lançou um vídeo no qual critica a posição homofóbica do presidente da Rússia Vladimir Putin
O canal TyC Sports lançou um vídeo no qual critica a posição homofóbica do presidente da Rússia Vladimir Putin (Foto: Reprodução)

O canal de TV argentino TyCSports lançou um comercial para provocar o presidente russo Vladimir Putin por causa de todo o posicionamento contrário aos direitos LGBTs que existe no país que irá sediar a copa.

No vídeo intitulado “Putin”, há a narração com texto direto ao chefe de estado e utiliza a maneira com que os seus torcedores se expressam quando estão acompanhando a partida de futebol do seu time do coração, como um momento no qual dois homens mostram afeto sem problemas.

LEIA MAIS:


Em vídeo, elenco de Sense8 diz como a série mudou as suas vidas

Secretaria da Cultura de SP abre edital para projetos com temática LGBT

O filme institucional trata a homofobia tão comum na Rússia e apoiada pelo governo de forma irônica e critica a posição do país europeu. Apesar da aparente boa intenção, o comercial causou controvérsia na Argentina.

A ONG Fundação Hóspede, que luta contra o vírus da Aids se posicionou contra a publicidade afirmando que a mesma “banaliza a gravíssima situação da população LGBT na Rússia e reproduz estereótipos que estigmatizam esta população. Estamos com problemas!”, escreveu a organização em seu perfil no Twitter.

 

DEIXE UMA RESPOSTA