Novo Manual de Comunicação LGBTI+
Novo Manual de Comunicação LGBTI+ (Foto: Divulgação)

A Aliança Nacional LGBTI+ e a Rede GayLatino lançaram neste mês de maio o Novo Manual de Comunicação LGBTI+, destinado a jornalistas e estudantes da área de comunicação, com o intuito de ensinar aos profissionais da área e os veículos a maneira correta de como tratar os membros da comunidade arco-íris, contribuindo para um jornalismo mais inclusivo.

A obra conta com definições, conceitos e fenômenos a respeito das pessoas LGBTI+. Além disso, o Manual também traz a história da população LGBT, inclusive os avanços em termos de reconhecimento dos direitos da população no Brasil e no mundo e Termos a serem evitados ao abordarem o tema LGBTi+.

À revista Fórum, o membro da Aliança Nacional LGBTI+ e coordenador do Movimento Nacional de Direitos Humanos (MNDH), Julian Rodrigues explica a importância do livro. “Estamos em um momento de muito acirramento do ódio e ataque aos movimentos sociais, às mulheres, aos negros, população LGBTI+, etc. Então, a comunicação, as linguagens, o jornalismo, são sempre campos de disputa. O manual pretende espalhar as informações sobre que é o movimento LGBTI+, quais são as principais demandas.”


LEIA MAIS:

Deadpool 2 apresenta primeiro casal lésbico em filmes de heróis

Malta é eleito o melhor lugar para viver como LGBT na Europa

“Tem uma função informativa, até para ter como aliados os comunicadores e jornalistas. Muitas vezes a chamada mídia tradicional usa termos pejorativos, equivocados e sem respeitar a identidade de gênero ou orientação sexual. Do ponto de vista objetivo, queremos esclarecer esses profissionais e fazer com que essa comunicação não seja uma comunicação discriminatória”, completou.

Com o slogan “Substitua preconceito por informação correta”, o manual é resultado de um trabalho conjunto em que foram agregadas  aproximadamente 300 sugestões e colaborações de especialistas. A publicação é inspirada em outros manuais existentes em outros países. Eventos de lançamento estão programados para Curitiba, São Paulo e Maceió

Para ter acesso ao Manual basta acessar, este link.

DEIXE UMA RESPOSTA