A vereadora Marielle Franco
Marielle Franco (Foto: Reprodução/Instagram)

Após ter a sua trajetória retratada por meio de uma história em quadrinhos, a vereadora Marielle Franco (PSOL-RJ), assassinada a tiros em março, vítima de um atentado que atingiu também o motorista Anderson Gomes, receberá uma grande homenagem na 33ª edição do Lovers Film Festival, tradicional mostra de cinema LGBT italiana, que acontece de 20 a 24 de abril em Turim.

Para a agência de notícias (ALA) news, a diretora do evento Irene Dionísio afirmou que a parlamentar é um verdadeiro exemplo. “O assassinato de Marielle Franco abalou porque ela era uma pessoa que, mesmo sabendo que poderia ser morta, continuou a lutar com todas as forças possíveis. Para nós, ela é um símbolo”, disse.

LEIA MAIS:


Cabeleireiro é condenado à prisão perpétua por infectar homens com o vírus HIV

Após sair do armário, Kevin McHale revela namoro com Austin McKenzie

De acordo com o jornal O Globo, o festival também prestará uma homenagem ao policial Xavier Jugelè, membro da Flag, associação LGBT da polícia francesa, vítima de um atentado em Paris, em abril do ano passado.

Ao longo do evento, serão exibidos 81 filmes vindos de 24 países, entre estreias mundiais, europeias e produções nacionais. Além disso, haverá também uma mostra competitiva internacional, intitulada “Irregular Lovers”, na qual podem participar filmes dos variados gêneros com atenção para a inovação da linguagem narrativa e visual.