Suspeitos de agredir casal gay na saída da Parada do Orgulho LGBT de Miami se entregam a polícia
Suspeitos de agredir casal gay na saída da Parada do Orgulho LGBT de Miami se entregam a polícia (Foto: Reprodução/NBC)

Quatro jovens suspeitos de serem os agressores de um casal gay que voltava da Parada do Orgulho LGBT de Miami, no domingo (08), se entregaram à polícia como autores do crime, nesta quarta-feira (11), horas depois de terem as suas imagens, captadas por câmeras de segurança instaladas na rua, divulgadas nas redes sociais.

À NBC, a polícia local confirmou que os quatro homens estavam sendo procurados se renderam por volta de 17h30, identificados como Luis M. Alonso, Juan C. Lopez, Adonis Diaz e Pablo Reinaldo Romo.

As autoridades garantem que há previsão de acusações criminais para cada um dos envolvidos. “O que você vê no vídeo continua. E continua assim que eles estão no chão e continuam atacando e dando socos violentamente”, analisou Ernesto Rodriguez, da Polícia de Miami Beach.


LEIA MAIS:

Papa Francisco recebe jovem que sofreu traumatismo craniano após defender casal gay

Promotoria de Los Angeles analisa nova acusação de assédio contra Kevin Spacey

O casal formado por Rene Chalarca e Dmitry Logunov foi surpreendido por um ataque homofóbico enquanto retornavam de mãos dadas do evento pela diversidade, por quatro homens que os abordaram com xingamentos homofóbicos e agressões de maneira gratuita.

À reportagem do canal NBC 6, Rene lamentou o episódio. “Talvez a maneira como nos vestimos ou nos comportamos andando de mãos dadas tenha incomodado eles? Não sei, mas não há dúvidas que seja um crime de ódio”, disse.

Suspeitos de agredir casal gay na saída da Parada do Orgulho LGBT de Miami se entregam a polícia
Suspeitos de agredir casal gay na saída da Parada do Orgulho LGBT de Miami se entregam a polícia (Foto: Reprodução/NBC)

DEIXE UMA RESPOSTA