Com Amor, Simon
Com Amor, Simon (Foto: Divulgação)

Apesar de contar a história de um drama gay adolescente inocente, o filme “Com Amor, Simon” muito aclamado pelo público e crítica teve a sua classificação indicativa estipulada para maiores de 21 anos em Singapura. Contrariando os demais países que censuraram a produção para menores de 12 anos.

O órgão responsável pela censura no país justificou a decisão afirmando que o longa mostra um “estilo de vida gay delicado para os valores familiares”. A atitude causou revolta entre os ativistas LGBT locais que protestaram contra a medida.

LEIA MAIS:


Jojo Todynho grava novo clipe rodeada de modelos sarados

Lady Gaga lança primeira faixa de álbum em tributo a Elton John; Ouça “Your Song”

Uma petição criada por Tasha Monique Dharmendra critica o fato de que o filme seja proibido para os menores de idade, sob o argumento que a produção conta uma história inocente sem nenhuma cena de conteúdo adulto ou sexual explícito e que a trama pode ajudar muitos jovens homossexuais a melhor aceitarem a sua sexualidade.

Baseado no livro “Simon vs. A Agenda Homo Sapiens” (2015), de Becky Albertalli, o longa conta a história de Simon (Nick Robinson), um adolescente que se apaixona por outro colega de sala através da troca de e-mails e precisa lidar com o medo de revelar a sua sexualidade.